segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Vamos falar um pouco de Educação Libertária? por Paulo Marques




O que é Educação Libertária? Onde está? Seria uma uma teoria, doutrina, pedagogia, metodologia? Uma prática? uma utopia? uma heterotopia?Não é nada disso e ao mesmo tempo pode ser tudo isso. É, portanto, um ethos, um comportamento, uma relação, sobretudo,  baseada em uma ideia de ser humano. Ser humano como devir, como único na acepção de Stirner;  como experimentador, cujas possibilidades requerem e exigem uma educação capaz de possibilitar a cada um tornar-se, como disse Nietzsche, "aquilo que se é", e não aquilo que outro quer que seja.

Para isso Educação Libertária não começa nem termina em um espaço fechado e exclusivo, não é monopólio de Estado, de família, de religião, nem  educadores ou ideólogos. Educação na perspectiva libertária  é compartilhamento de múltiplos saberes encontrados na própria dinâmica da vida de cada um, seja individualmente, seja coletivamente.

Educação Libertária é generalizada, é  ação direta, sem intermediários, sem autoridades que determinem conteúdos, fins, objetivos, metas. Educação Libertária é autocriação do conhecimento, da própria vida como exercício de autoeducação.

A Educação Libertária nasceu como ideia dos pensadores iluministas que levaram às últimas consequencias o pressuposto  Kantiano do "sapere aude", tenha coragem de saber. Ao contrário dos "libertadores" que pregam a necessidade de alguém que "liberte" o oprimido; os libertários como m Willian Godwin, Max Stirner, Proudhon, Bakunin, os libertários por excelência, pioneiros na filosofia antiautoritária que adotaria a denominação "maldita" de ANARQUISTAS", advogam pela liberdade sem "Libertadores", a liberdade de cada um é obra de cada um, ou seja  não é necessária nenhuma autoridade.

Foram os anarquistas que no século XIX e XX colocaram em prática essas ideias de Educação Libertária pela primeira vez na Europa e depois no resto do mundo. Paul Robin, Sebastién Faure, Francisco Ferrer foram pioneiros. Demonstraram com suas experiências de Educação Libertária que ensino, conhecimento, saberes poderiam ser realizados sem prêmios e castigos, de forma livre, autogestionária, integral. Que a liberdade não era um conceito abstrato mais um atributo da ação, e do ethos. As ideias libertárias aportaram no Brasil nas primeira décadas do século XX, trazidas pelos milhares de operários imigrantes da Itália, Espanha, Polônia, que vieram servir de mão de obra para o nascente capitalismo tardio. Tratados como animais de cargas em fábricas no qual trabalhavam mulheres e crianças por mais de 14 horas sem nenhum direito, auto-organizaram-se e criaram suas próprias Escolas Libertárias para os operários e seus filhos. Foram pioneiros no que viria a ser chamado no Brasil de Educação Popular.

Cem anos depois a ideia de Educação Libertária, que ao contrário do que a história oficial sustenta, nunca morreu, ressurge com força em cada movimento libertário que avança.   Revive sempre e em cada ação no qual a prática seja da ação direta, do apoio mútuo e da Autogestão. É encontrada hoje em salas de aulas de Escolas e Universidades,  nas Okupas, nas Escolas ocupadas por estudantes na bela "Revolução dos secundas" de São Paulo, na ação de cada Grupo de Estudo ou coletivo libertário, cada Biblioteca libertária.

De forma rizomática a ideia e a prática libertária no campo da educação se espalha sem um centro propulsor ou organizador, sem qualquer "cartilha" , "Livro sagrado" . Daí a dificuldade de compreendê-la pois escapa das narrativas tradicionais e aceita dos muitos "ismos" que pretendem determinar sentidos. Educação Libertária é devir , é nômade. Não está em um lugar, está em mil platôs....

Falamos um pouco sobre nossa perspectiva de Educação Libertária no Programa Educação, realizado pela jornalista Maria Lucia Walerko Moreira da TV Câmara de Pelotas que mostrou também o trabalho que estamos realizando na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas-UFPel e o nosso Grupo de Estudos Educação Libertária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lançada a II JORNADA DE EDUCAÇÃO LIBERTÁRIA de PELOTAS

II JORNADA DE EDUCAÇÃO LIBERTÁRIA de PELOTAS  9, 10 E 11 de Outubro de 2017 Local : OCA : Ocupação Coletiva de ArteirXs Na ...